Higher Education

Por que ingressar numa universidade na Nova Zelândia?

há 6 meses

Praias, lagos, vulcões… se você quer cursar uma universidade na Nova Zelândia, então pode ir se acostumando com as belezas neozelandesas, que já foram palco de filmes como O Senhor dos Anéis. 

A Nova Zelândia tem encantado os brasileiros não só apenas por seu cenário deslumbrante, mas suas universidades figuram entre as 450 melhores no mundo. Além do mais, estudar em outro país é também uma oportunidade para construir sua vida nele. 

Montanhas e lago ao sul da Nova Zelândia
Montanhas e lago ao sul da Nova Zelândia

Confira abaixo como ingressar em uma universidade na Nova Zelândia

Como é o ingresso em Universidade na Nova Zelândia

Estudantes em frente à Universidade
Estudantes em frente à Universidade

Estudar em uma universidade na Nova Zelândia não é algo difícil como se pensa e, diferentemente do Brasil, para entrar em uma faculdade neozelandesa não é necessário prestar vestibular ou fazer uma prova. Mas, sim, analisar os pré-requisitos do curso escolhido e fazer sua matrícula. 

Em geral, os requisitos são histórico escolar e proficiência em Inglês, comprovada através de certificados, como IELTS ou TOEFL, porque a nota mínima varia de acordo com a universidade e o curso escolhidos.

Melhores universidades do País: Victoria University of Wellington, The University of Auckland, The University of Otago, The University of Waikato,

Bolsa de Estudos

Jovem estudando para concorrer a bolsa de estudos
Jovem estudando para concorrer a bolsa de estudos

Todas as faculdades da Nova Zelândia são públicas e pagas. O governo pode ainda pagar 50% dos estudos, mas o restante fica sob responsabilidade do estudante. É possível pedir um empréstimo e, então, ir pagando quando encontrar um emprego, porém apenas estudantes neozelandeses estão aptos.

Em sites de algumas universidades, é possível encontrar bolsas parciais, na sessão Scholarships. Já em outras há descontos para estudantes internacionais, que podem ser encontrados no site da instituição na sessão International Students. 

Há também uma terceira possibilidade de concorrer a uma bolsa que é ofertada pelo próprio governo e chamada New Zealand Scholarchips. Proficiência em Inglês e residir no país de origem são os requisitos, já que a bolsa (integral) deve solicitada à distância. Ela garante uma mesada de NZ$ 400 semanais para despesas, mas também permite que o estudante trabalhe até 20 horas por semana

Para essa última modalidade, o processo total pode levar até um ano e é importante lembrar que ela não dá direito a moradia no país após conclusão do curso, pois ela consiste em proporcionar experiência ao estudante para ser aplicada no seu país natal.

Sistema de Níveis

Jovens estudando com livros à mão
Jovens estudando com livros à mão

O sistema de níveis foi baseado na complexidade de cada curso, ou seja, cada nível possui requisitos únicos que indicam o grau de conhecimento e a habilidade do estudante alcançados ao final da graduação. Funciona assim:

Bachelor/Degree (Nível 7):
Graduação de 4 anos. É necessário apresentar comprovação ensino médio.

Graduate Diploma and Certificate (Nível 7):
Especialização entre a graduação e a pós-graduação que dá ênfase à graduação. É preciso apresentar comprovação da faculdade.

Postgraduate Diploma and Certificates/ Bachelor Honours Degree (Nível 8):
Pós graduação. Necessita comprovação da faculdade.

Master’s Degree (Nível 9 ):
Mestrado. É preciso comprovação da faculdade entre outros.

Doctoral Degree (Nível 10):
Doutorado. Exige comprovação de mestrado entre outros.

Quando você consulta um programa de estudos na Nova Zelândia, ele deve informar qual nível você alcançaria ao se formar, assim como o tipo de qualificação, como um certificado ou diploma.

Você encontra a explicação completa de cada nível clicando aqui.


E aí, curtiu o conteúdo sobre faculdades na Nova Zelândia? Leia mais em nosso blog Dreams Intercâmbio.