InglaterraVistos e documentações

Vistos para o Reino Unido: de qual você precisa?

há 8 meses

Fala, Dreamer! Planejando seu intercâmbio para o Reino Unido e ainda não sabe pra qual visto aplicar? Nesse texto a gente te explica como funcionam os vistos para o Reino Unido e qual deles você vai precisar pra iniciar essa jornada!

No final do texto, te contamos um pouco sobre como funciona o nosso processo de assessoria de vistos!

  1. Escolhendo seu curso no Reino Unido
  2. Vistos para o Reino Unido
    2.1. ETA
    2.2. Short-Term Study Visa
    2.3. General Student Visa
    2.4. Child Student Visa
    2.5. Outros Tiers
  3. Saiba mais: Assessoria de vistos

Escolhendo seu curso no Reino Unido

Antes de pensar no visto ou autorização eletrônica para entrar no Reino Unido, você precisa definir que tipo de curso pretende fazer, se de longa ou curta duração.

Para cursos de idioma, ou de curta duração que costumam ter carga de até seis meses, você não precisa fazer o processo de aplicação de um visto, apenas uma autorização eletrônica.

Já para cursos que excedam esse prazo, você precisa se candidatar a alguma das categorias de visto de estudo, então é importante definir os rumos do seu intercâmbio para poder iniciar o processo de visto!

Vistos para o Reino Unido

O Reino Unido oferece uma variedade enorme de possibilidades de aplicação para que seu visto seja compatível com a razão da sua entrada no país.

É importante se atentar aos pré-requisitos de cada categoria antes de iniciar o processo de aplicação.

Por isso, listamos aqui as principais modalidades de visto junto com seus detalhes e requisitos pra te ajudar a visualizar a realização do seu sonho!

ETA

Processo adotado em outros países como a Nova Zelândia ou o Canadá, o eTA nada mais é que uma autorização eletrônica para pessoas que não necessariamente precisem de um visto para entrar no país.

Os cenários são múltiplos para a emissão de um eTA:

  • Pode ser para trânsito: quando você vai precisar passar pelo país para entrar em outro;
  • Para quando você já tem um visto anterior e não precisa iniciar um novo processo para retornar, caso do Canadá;
  • Ou para quando seu país de origem não requer visto para entrar em outro devido a acordos diplomáticos, mas o governo quer ter mais controle do fluxo, caso do Reino Unido para brasileiros.

Atualmente, ainda não é obrigatório ter o eTA, e você pode entrar para ficar no país por até 180 dias sem necessidade de visto.

A partir de 2024, visitantes ou estudantes brasileiros que forem passar até 180 dias no país precisarão emitir a autorização.

A emissão do eTA é feita de maneira online, e custa em torno de 10€. A fonte é o site do governo britânico.

Você pode ler mais sobre as autorizações como o eTA no nosso texto exclusivo sobre isso clicando aqui!

Short-Term Study Visa

Segundo o governo britânico, esse visto é para cursos de inglês de longa duração, que podem durar de 6 a 11 meses.

O estudante (16 anos ou mais) pode estudar no país durante todo esse período, porém, esse visto não permite trabalhar e/ou levar dependentes para o país.

É possível permanecer na Inglaterra até 30 dias depois do final do curso ou até a data limite que estiver no carimbo da entrada.

Vale salientar que a data mais próxima, ou mais curta, é a válida.

Se o curso já tiver 11 meses de duração, o aplicante não terá direito a mais um mês de férias. O prazo do visto se encerra nos 11 meses.

Com um short-term visa vigente, o estudante não pode solicitar nenhum tipo de extensão ou troca, seja de visto ou de curso.

É importante conferir em que momento você pode entrar e deve sair do país no momento da emissão do visto. Ele pode variar de acordo com as datas do seu curso!

General Student Visa

General Student Visa: Vistos para o Reino Unido

Este visto se aplica a estudantes cujo curso seja superior a onze meses.

Assim como os outros vistos de estudo, é categorizado como Tier 4.

O General Student Visa permite que o aluno estude, trabalhe e até more com familiares na Inglaterra.

Com esse visto, só não pode trabalhar como atleta profissional ou como técnico esportivo.

Voltado para quem vai estudar em um College ou em uma universidade por mais de 6 meses e também para quem vai fazer High School no pais.

Para aplicar esse visto, é necessário estar matriculado em uma escola credenciada pelo governo do Reino Unido.

As escolas credenciadas, após o ato da matrícula, emitem um documento de matricula chamado CAS.

O CAS é como uma carta de aceitação e contém algumas informações oferecidas pela instituição que são necessárias para o visto.

Via de regra, brasileiros não precisam se submeter a comprovação de renda para emitir o visto, mas é ideal que se tenha os documentos.

Outra dica importante: TODA a documentação precisa de tradução juramentada.

Child Student Visa

Vistos para o Reino Unido: Child student visa

O Child Student Visa é exclusivo para crianças e adolescentes entre 4 a 17 anos que pretendem estudar em uma escola independente inglesa.

Esse visto pode ser aplicado de dentro ou de fora do Reino Unido.

Caso o aluno precise continuar os estudos ou mudar para outro visto, ele também pode ser renovado internamente.

Para esse visto, o tempo de permanência varia de acordo com a idade e duração do curso na hora de aplicar:

  • Menores de 16 anos só podem cursar até 6 anos no Reino Unido
  • Estudantes entre 16 e 17 anos podem cursar até 3 anos com este visto.

Outros Tiers de vistos para o Reino Unido

Vistos para o Reino Unido: outros tiers

Existem outras modalidades de vistos para o Reino Unido, e outras categorias de entrada, confira:

1° Tier: Para aqueles que fizeram pós-graduação no Reino Unido e desejam fazer investimentos no país superiores a £200.000.

2° Tier: Para os que já tem uma oferta de emprego confirmada no Reino Unido.

3° Tier: Atualmente suspenso, atendia prestadores de serviço com baixa qualificação.

5º Tier: Voltado para quem vai trabalhar com contrato temporário de trabalho, participar de treinamento, de algum evento esportivo ou realizar uma pesquisa.

Saiba mais: Assessoria de vistos para o Reino Unido

Vistos para o Reino Unido: assessoria

Identificado o tipo de visto para o qual você vai precisar aplicar, chega a etapa do processo de aplicação em si!

O ideal é que você não aplique sozinho para evitar percalços.

E é por isso que aqui, na Dreams Intercâmbios, nós contamos com um time especializado de vistos!

Nossos especialistas irão avaliar o seu perfil e fazer a aplicação visando o melhor resultado!

Ficou interessado em mais pormenores dos processos e quer saber mais sobre como prosseguir daqui em diante?

Leia mais:

Vistos para a Europa: conheça as novidades para 2024

Tipos de Vistos Pós-Estudo pelo mundo

Países que não precisam de visto para brasileiros

Vistos para Austrália: Conheça os principais!