Estude e trabalhe no exteriorEstude um idioma fora do BrasilGraduação e Pós no ExteriorTudo sobre intercâmbio

Intercâmbio na África do Sul: como estudar e trabalhar no país

há um ano

Fala, galera! É possível estudar e trabalhar na África do Sul por valores muito mais acessíveis que em países da Europa e América do Norte. Por isso, confira abaixo como funciona o processo para fazer intercâmbio no país.

Você verá nesta postagem:

  • Como estudar e trabalhar na África do Sul
  • Por que estudar na África do Sul
  • Como fazer intercâmbio na África do Sul: tipos de intercâmbio no país
  • Como funciona o visto na África do Sul para brasileiros

Como estudar e trabalhar na África do Sul

Homem em seu emprego

Para trabalhar durante seu intercâmbio é preciso completar 4 semanas de estudo antes de partir para encontrar um serviço no país.

Em geral, há mais vagas na área hoteleira, como alimentos e bebidas (bares e restaurantes), vendas, atendimento, cafés, supermercados, entretenimento.

Veja os requisitos para trabalhar na África do Sul enquanto estuda:

  • Ser um estudante universitário ou recém-formado (no máximo 6 meses depois da graduação)
  • Ter idade entre 18 e 25 anos
  • Nível de inglês intermediário ou superior
  • Ter boa saúde
  • O estudante deve ser responsável, pró-ativo, flexível e comprometido com o trabalho
  • Fazer um seguro-viagem pelo período do visto.

Por que estudar na África do Sul

A África do Sul é um país multicultural e poliglota, com cerca de 11 línguas oficiais.

Com paisagens naturais belíssimas, vale a pena visitar as principais metrópoles: a Cidade do Cabo, onde fica o Cabo da Boa Esperança, e Joanesburgo.

Cape Town (Cidade do Cabo)

Mas, se seu espírito é aventureiro, pode desbravar a savana e embarcar em um safári e conhecer os big five (leões, elefantes, búfalos, leopardos e rinocerontes).

Também é possível praticar esportes no mar ou aéreos, além de visitar gigantescos parques naturais.

Ainda assim, a modernidade toma conta do país com hotéis incríveis, construções históricas e a rica gastronomia com a rota do vinho.

Como fazer intercâmbio na África do Sul: tipos de intercâmbio no país

Agora que você já conhece um pouco sobre o país, conheça os intercâmbios mais buscados por brasileiros no país.

Um intercâmbio para estudar inglês ou um curso superior são grandes diferenciais para quem deseja um currículo internacional. Veja abaixo:

Estudar Inglês na África do Sul

Grupo de estudantes de idiomas

A população do país é 72% negra de várias etnias, como zulus, xhosas e bapedis, o que faz com que a África do Sul tenha 11 línguas oficiais. Apesar disso, o inglês é a língua pública e comercial do país, ou seja, é a língua falada nas escolas e universidades.

Por isso, você não terá maiores dificuldades de comunicação na instituição, já que outros estudantes também estarão se aprimorando.

Além do inglês, outro idioma dominante é o africâner, língua de ramo germânico que se originou principalmente a partir do neerlandês, e que é falada pela maioria dos brancos e mestiços sul-africanos.

Quer conhecer as escolas de idioma parceiras da Dreams? Clique aqui.

Ensino Superior Sul-africano

Alunos do Ensino superior em aula

A África do Sul é um dos melhores destinos do continente africano para se fazer um intercâmbio universitário, já que das cinco melhores universidades da África, segundo o QS World University Rankings 2020, quatro estão no país.

São elas: Universidade da Cidade do Cabo (1º), University of the Witwatersrand (3º), Stellenbosch University (4º)  e University of Johannesburg (5º). Mas o melhor ainda está por vir: todas são públicas.

A Universidade da Cidade do Cabo (UCT) é pública e é a universidade mais antiga do país, tendo sido fundada em 1829.

Durante o apartheid, a UCT serviu de centro intelectual para combater a política segregacionista do governo.

Está entre as 200 melhores universidades do mundo, de acordo com o World University Rankings 2020, na frente de referências de ensino no Brasil, como a USP e a UNICAMP.

A instituição é reconhecida por seus cursos em Estudos Africanos, Biologia, Botânica, Negócios, Ciências Ambientais, História, Matemática, Engenharia, Sociologia e Antropologia.

Entre seus ex-alunos e professores, estão cinco ganhadores do Prêmio Nobel, entre eles, o professor emérito e escritor J.M. Coetzee, que foi condecorado pela premiação em 2003.

[Post] Estudar fora: checklist com 10 itens pra estar em dia antes de estudar no exterior

Como funciona o visto na África do Sul para brasileiros

Passaporte para visto na África do Sul

Brasileiros que desejam ficar até 90 dias na África do Sul não precisam de visto.

Porém, tenha em mãos a documentação da escola, passaporte com data válida em até um mês após o período, com pelo menos uma página em branco. Além de apresentar o CIV (Certificado Internacional da Vacina) contra febre amarela, tomada até 10 dias antes da viagem.

O que precisa para tirar visto pra África do Sul

Para intercâmbios acima de 90 dias, alguns documentos são exigidos. Anote aí:

  • Um passaporte ou documento de viagem válido por não menos que 30 dias após o fim da visita pretendida
  • Seu passaporte deve ter ao menos DUAS páginas não usadas para registros de entrada/partida
  • Um formulário BI-84 completo (pedido de visto)
  • Pagamento da taxa especificada
  • Certificado de vacina contra febre amarela (se necessário)
  • Declaração e/ou documentação comprovando o propósito e a duração de sua visita
  • Duas fotografias coloridas para passaporte
  • Uma passagem de retorno ou de continuação da viagem, se estiver viajando de avião
  • Se você tiver filhos (menores) viajando junto ou que vão encontrar você na África do Sul, vai precisar dos seguintes documentos adicionais:
    – Prova de guarda ou custódia ou
    – Autorização da pessoa que tem a guarda no caso de um menor desacompanhado
  • Prova de meios financeiros para pagar suas despesas enquanto estiver na África do Sul na forma de:
    – Declaração do banco
    – Adiantamentos de salário
    – Declaração de quem vai hospedá-lo na África do Sul
    – Bolsa de estudos
    – Convênio médico ou
    – Dinheiro disponível (incluindo cartões de crédito e traveller cheques)

A experiência do intercâmbio é algo único, e cada país possui suas vantagens. Comece agora a planejar seu intercâmbio e tire suas dúvidas sobre vistos, acomodações e cursos com nossos especialistas dos setores de vistos e educação superior no país!

Você pode gostar também:

Viajar sozinha: 5 melhores destinos ao redor do mundo
SISU 2022: use sua nota do ENEM para estudar fora do Brasil
Como estudar inglês sozinho: Fale inglês em 2022 | Roteiro de estudos

Curtiu o conteúdo?
Fica mais um pouco e não deixa de conferir nossas redes sociais pra estar sempre conectado com novidades sobre viagens, culturas e idiomas.