Graduação e Pós no ExteriorInglaterra

Universidade de Oxford: mergulhe na tradição e excelência acadêmica britânica

há 8 meses

Fala, Dreamer! Situada no coração da cidade medieval de Oxford, a Universidade de Oxford é uma das mais prestigiadas do mundo, conhecida mundialmente pela excelência em ensino e estrutura.

Vem com a gente descobrir como essa instituição milenar pode oferecer uma experiência acadêmica única e transformadora!

Veja o que preparamos pra você nesse texto:

  1. Estudar em Oxford: conheça a universidade
  2. A história da universidade
  3. Ranking mundial: Universidade de Oxford, Reino Unido
  4. Estudar em Oxford: como entrar?
  5. Saiba mais: Ex-alunos notáveis da Universidade de Oxford

Estudar em Oxford: conheça a universidade

A Universidade de Oxford, fundada no século XI, é amplamente reconhecida como a instituição de ensino superior mais antiga do mundo anglófono. Localizada na encantadora cidade de Oxford, essa venerável universidade é um ícone da educação global. Composta por um conjunto de 44 faculdades, cada uma com sua história e personalidade, a Universidade de Oxford oferece uma variedade de ambientes acadêmicos para escolher. Um dos tesouros acadêmicos mais notáveis de Oxford é a Bodleian Library, a maior biblioteca do Reino Unido, que abriga uma impressionante coleção de livros e manuscritos raros, com raízes em séculos de conhecimento humano.

O que torna a Universidade de Oxford um local extraordinário para estudar é a sua população estudantil diversificada. Com estudantes vindos de todas as partes do mundo, a universidade é verdadeiramente um caldeirão de culturas, ideias e inovações. Essa diversidade enriquece a experiência, proporcionando uma atmosfera estimulante para o aprendizado.

Além disso, a cidade de Oxford é um local inspirador, com uma atmosfera que transmite séculos de excelência acadêmica e intelectual, tornando-a um ambiente altamente propício para a busca do conhecimento em um dos centros educacionais mais renomados do mundo.

A história da universidade

A Universidade de Oxford é um verdadeiro tesouro histórico, cujas raízes remontam ao longínquo século XII. Embora a data exata de sua fundação permaneça um mistério, a universidade começou a expandir-se significativamente a partir de 1167. Na época, o rei Henrique II proibiu estudantes ingleses de frequentar a Universidade de Paris, fazendo-os retornarem a Oxford. Isso contribuiu para o rápido desenvolvimento da universidade.

O passado de Oxford é tão fascinante quanto seu presente. A cidade preserva suas raízes medievais, refletidas em sua arquitetura e charme. Oxford é carinhosamente apelidada de “a cidade dos sonhos com torres“, em homenagem ao poeta Matthew Arnold. Isso se deve às deslumbrantes torres e edifícios históricos que pontuam a paisagem.

Cada uma das 44 faculdades da Universidade de Oxford tem uma história única, muitas delas com raízes que se estendem por séculos. Essas faculdades não apenas preservam tradições, mas também cultivam mentes brilhantes, proporcionando um ambiente rico em conhecimento e excelência.

Portanto, ao escolher estudar em Oxford, você não apenas se torna parte de uma tradição centenária, mas faz parte de uma comunidade acadêmica dinâmica, onde o passado e o presente se fundem harmoniosamente.

Curtindo o conteúdo? Então leia mais:

Ranking mundial: Universidade de Oxford, Reino Unido

A Universidade de Oxford é amplamente reconhecida como uma das principais instituições acadêmicas do mundo, ocupando consistentemente um lugar de destaque nas classificações globais de universidades. No mais recente QS World University Rankings de 2024, a universidade conquistou a impressionante 3ª posição, atestando sua excelência em uma ampla gama de disciplinas acadêmicas.

Oxford é amplamente aclamada nas áreas das ciências, destacando-se globalmente na medicina e em muitas outras disciplinas científicas. Ao longo de sua história, a instituição tem sido o lar de alguns dos maiores pensadores e inovadores do mundo, cujas contribuições marcantes influenciaram e moldaram a atualidade.

Escolher estudar na Universidade de Oxford é mais do que uma decisão acadêmica. É uma imersão em um ambiente onde o conhecimento é constantemente desafiado e redefinido. Uma oportunidade de fazer parte de uma tradição de excelência que perdura séculos. Quando você se junta à comunidade de Oxford, está se juntando a uma rede de líderes e pensadores que moldam o mundo.

Estudar em Oxford: como entrar?

O processo de seleção em Oxford é altamente seletivo, com uma taxa de admissão em torno de 21%. Os candidatos interessados na instituição passam por um rigoroso processo de avaliação, que inclui testes, entrevistas, análises criteriosas de trabalhos escritos e referências acadêmicas.

Para candidatos internacionais, como parte dos requisitos adicionais, é fundamental demonstrar proficiência no inglês, uma vez que o ensino e a comunicação são conduzidos na língua.

O período de inscrição, geralmente no outono, é uma fase crucial para os candidatos. Durante esse tempo, os candidatos devem dedicar-se a escolher seu curso, elaborar uma redação impactante, obter referências acadêmicas e atender a outros requisitos.

É importante salientar que as mensalidades para estudantes internacionais podem ser mais elevadas em comparação com os estudantes locais. No entanto, existem opções de financiamento para auxiliar os que buscam realizar esse sonho.

O processo de inscrição inicia-se por volta de junho, permitindo tempo suficiente para que os candidatos completem todas as etapas de forma cuidadosa. Entre agosto e setembro, são realizadas avaliações acadêmicas, cruciais para aumentar as chances de aceitação. As submissões de candidatura começam em setembro, com o prazo final até outubro. Todo esse processo é facilitado por meio do portal online da universidade.

As avaliações e entrevistas com os candidatos geralmente ocorrem a partir de dezembro. Isso permite ao comitê de admissões conhecer melhor cada postulante. Os resultados são comunicados em janeiro, com as ofertas de admissão. Uma vez aceito, o candidato pode proceder com a matrícula, garantindo seu lugar em uma das instituições acadêmicas mais respeitadas do mundo.

Saiba mais: Ex-alunos notáveis da Universidade de Oxford

J. R. R. Tolkien

Um dos ex-alunos notáveis da Universidade de Oxford é J.R.R. Tolkien, o renomado autor de “Senhor dos Anéis” e “O Hobbit“. Ele iniciou seus estudos na Exeter College, obtendo seu diploma de licenciatura em Literatura em Língua Inglesa.

Tolkien, conhecido como o “Pai da Literatura Fantástica Moderna“, também teve uma carreira acadêmica notável em Oxford. Ele retornou à universidade como professor, lecionando Inglês Antigo de 1925 a 1945 e Literatura Inglesa de 1945 a 1959.

Malala Yousafzai

Outro ex-aluno notável é Malala Yousafzai, que se tornou a pessoa mais jovem a receber um Prêmio Nobel. Malala é reconhecida por sua corajosa defesa dos direitos das mulheres e do acesso à educação em sua terra natal, o nordeste do Paquistão.

Após sobreviver a uma tentativa de assassinato em 2012 devido aos seus relatos sobre a ocupação talibã, ela mudou-se para o Reino Unido. Lá, estudou Filosofia, Política e Economia na Universidade de Oxford, formando-se em 2020.

Emma Watson

A atriz Emma Watson, conhecida por seu papel como Hermione Granger na série “Harry Potter“, também é parte da lista de ex-alunos notáveis de Oxford. Aos 33 anos, ela recentemente ingressou em um curso de mestrado em Escrita Criativa na universidade, começando em setembro de 2023. Essa decisão demonstra seu compromisso contínuo com a educação e seu desejo de aprimorar suas habilidades criativas.

Se você ficou com vontade de estudar na Universidade de Oxford, temos um time especializado pra tornar esse sonho possível! Os pormenores da aplicação podem complicar o seu processo e estamos aqui para tornar sua vida mais fácil!

Clica no link abaixo pra conversar com nossa assessoria acadêmica e começar a viver essa aventura: